Home » Publicações » 2012 » NEGOCIAÇÃO ACT/ 2012 ? 2013 COM A OI

NEGOCIAÇÃO ACT/ 2012 ? 2013 COM A OI

Proposta é ruim demais!

Tem que melhorar!

 

Infelizmente, o que se pode dizer sobre a reunião ocorrida no último dia 6, entre a Comissão Nacional de Negociação da Fenattel – da qual faz parte o Sinttel-SC – e os representantes da Oi, é que começou mal.

A Empresa não apresentou os números do balanço do terceiro trimestre o que dificulta a análise dos dirigentes sindicais e os rumos do Placar.

A proposta apresentada de reajuste com faixas salariais e sua incidência apenas em 2013, mostra bem as dificuldades para se chegar a um Acordo justo.

A outra dificuldade é a antecipação de parcela do Placar, a qual a Empresa nem fala do assunto, além de não garantir o pagamento do já tradicional "Tíquete-extra".

Acompanhe a proposta apresentada pela Oi:

1) Reajuste salarial: INPC (estimativa é que seja de 5,5% para Data-base em 1º de novembro), para quem ganha até R$ 5.000,00 e mesmo assim somente em janeiro de 2013, sendo os salários acima de R$ 5.000,00 uma parcela fixa (se INPC for 5,5% valor da parcela fixa será de R$ 275,00);

2) Os mesmos 5,5% também valeriam para reajustar o tíquete, a creche e os medicamentos;

3) Quanto aos Tíquetes nas horas extras, A Empresa concorda em pagar 10% de seu valor a cada hora extra trabalhada, limitada a 50% do valor de um tíquete;

4) Manutenção das demais cláusulas.

Nada mais a Empresa se dispõe a oferecer como proposta de Acordo.

Sendo assim, foi óbvia a posição da Comissão/Fenattel. Na reunião, os dirigentes sindicais, entre eles os diretores do Sinttel-SC, protestaram veementemente e deixaram claro que esta proposta não é admissível.

Os sindicalistas reafirmaram que a realidade econômico-financeira da Oi não condiz com esta proposta mesquinha e inaceitável que apresentam para negociação. Deste jeito não tem Acordo algum!

A Comissão apresentou uma contraproposta de dez itens:

1) Reajuste salarial do INPC mais 2%, para todos, em novembro;

2) Reajuste para todos os benefícios de 10%;

3) No caso dos Tíquetes, que o desconto seja unificado em 3% e seu pagamento nas horas-extras;

4) Retorno da política anterior das diárias (pagamento das refeições em caso de viagem sem pernoite);

5) Pagamento de um "tíquete-extra" de final de ano;

6) Adiantamentos de um salário como antecipação do Placar e de metade do 13º Salário de 2013;

7) Aumento do reembolso por dirigir veículo próprio para R$ 1,00 por Km;

8) Discussão com os Sindicatos de fórmulas de combate ao assédio moral com punição dos gestores culpados;

9) Garantia de emprego ao trabalhador pré-aposentável;

10) Melhoria do programa de doenças crônicas.

Após a explicação detalhada desta proposta dos membros da Comissão foi ressaltada a importância de se chegar a um bom termo nesta negociação coletiva.

Já ficou marcada nova rodada de negociação no próximo dia 23, quando se espera uma reunião de finalização das negociações.

Até lá, estamos contando com a mobilização, a unidade e o empenho de toda a Categoria, como sempre fizemos nas Campanhas Salariais anteriores.

Temos a convicção de que nossa proposta é absolutamente factível, com começo, meio e fim e pode ser muito bem assimilada pela Empresa.

Para isso, estaremos unidos e prontos para enfrentar as negociações finais com determinação, garra, maturidade e bom senso entre Comissão/Fenattel, Sindicatos e trabalhadores.

Todos juntos somos mais fortes!!

Esta notícia foi importada automaticamente de nosso antigo website. Caso você identifique algum problema com o conteúdo da mesma, use a área de comentários para nos informar e corrigiremos o problema rapidamente.

Convênios para associados: