Home » Publicações » 2013 » PISO MÍNIMO REGIONAL/SC – NA FAIXA PARA A NOSSA CATEGORIA, REAJUSTE FOI DE de 9,38% e passou de R$ 725,00 para R$ 793,00.

PISO MÍNIMO REGIONAL/SC – NA FAIXA PARA A NOSSA CATEGORIA, REAJUSTE FOI DE de 9,38% e passou de R$ 725,00 para R$ 793,00.

Projeto que reajusta o Piso Salarial Estadual

segue à Assembleia em regime de urgência


Governador recebe projeto de reajuste do Mínimo-SC das lideranças sindicais e da Fiesc

O governador Raimundo Colombo deve enviar à Assembleia Legislativa, em regime de urgência, o Projeto de Lei que reajusta as quatro faixas do Piso Salarial Estadual. A garantia foi dada na manhã de hoje (21), no Palácio da Agronômica, durante encontro com representantes das centrais sindicais, federações de trabalhadores e do Dieese e federações patronais que compõem o sistema Fiesc. Também estiveram presentes à solenidade o vice-governador Eduardo Pinho Moreira e alguns secretários de estado, como Paulinho Bornhausen (Desenvolvimento Econômico) e Antônio Gavazzoni (Fazenda). Após receber oficialmente o documento do Acordo Coletivo assinado entre trabalhadores e patrões, o governador recepcionou as comitivas em um almoço.

"A negociação do reajuste do Piso Salarial Estadual é uma das mais importantes para o movimento sindical dos trabalhadores", enfatizou o diretor sindical do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-econômicos), Ivo Castanheira, "porque serve de parâmetro para as negociações salariais de todas as demais categorias de trabalhadores, no estado". Castanheira lembrou que o Piso Estadual "é uma política de melhoria salarial para os menos favorecidos e contribui com o consumo interno de Santa Catarina". Falando em nome das entidades sindicais de trabalhadores, Castanheira reivindicou ao governador "que encaminhe o Projeto à Assembleia Legislativa em regime de urgência, porque o reajuste é retroativo a 1º de janeiro e é fundamental que os valores sejam atualizados o mais breve possível".

Para o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, "mais importante do que o reajuste salarial é o entendimento entre trabalhadores e classe patronal, desde a vigência da Lei que instituiu o Piso Estadual". Ele lembrou que Santa Catarina é o único estado que tem a prática da negociação, "já que nos demais estados onde o Piso Salarial é praticado a decisão sobre o reajuste se dá em âmbito político". O governador Raimundo Colombo também destacou a "maturidade" entre as partes, na negociação do reajuste do Piso: "São três anos de negociação e três vitórias do entendimento", disse o governador.

O Piso Salarial Estadual terá reajustes entre 9,29% e 9,38%. Confira, abaixo, a tabela de reajuste das quatro faixas salariais:

 

Esta notícia foi importada automaticamente de nosso antigo website. Caso você identifique algum problema com o conteúdo da mesma, use a área de comentários para nos informar e corrigiremos o problema rapidamente.

Convênios para associados: