Home » Publicações » 2013 » OI – NEGOCIAÇÃO DO PLACAR DE 2013!

OI – NEGOCIAÇÃO DO PLACAR DE 2013!

Nova rodada de negociação

entre Comissão/Fenattel

e representantes da Empresa!

Nesta quarta-feira (dia 07/08), foi realizada a segunda rodada de negociações entre a Comissão da Fenattel, da qual faz parte o Sinttel-SC, e a diretoria da Oi para discussão do Programa de Participação nos Resultados (Placar 2013).

Os sindicatos ressaltaram a necessidade de ter um programa que sirva de elemento de mobilização e motivação, com metas factíveis e que, ao final do ano, com a apuração dos indicadores todos possam sair ganhando e que a premiação seja efetivamente paga ao conjunto dos trabalhadores da Oi.

Foi deixado claro ser completamente inaceitável para nós qualquer tipo de “gatilho” ou de “metas definidoras”, que são aquelas caso não sejam alcançadas, inviabilizam qualquer pagamento, como constava em programas anteriores.

Na avaliação da Comissão/Fenattel a Empresa tentou deixar algumas “bombas de efeito retardado” em seu lugar, como foi o caso de alguns indicadores que – para pontuação – teriam suas escalas iniciais muito alavancadas, o que os tornaria inalcançáveis.

A Comissão/Fenattel também deixou claro ser impossível neste momento, com a empresa semi- paralisada e acéfala nos primeiros meses do ano (por culpa única e exclusiva dos sócios controladores), que pudéssemos ter o prêmio pago de forma diferenciada por regional ou por área de atuação. Em nossa compreensão, a premiação que vier a ser paga deveria ser igual em todo país.

Propusemos também, a introdução no acordo do PPR de uma cláusula que possa ser usada em caso de algo que impacte fortemente nos indicadores e que não tenha sido previsto neste momento por ninguém. Seja alguma decisão empresarial, seja algum fator externo. Nossa idéia era de em qualquer situação de significativa repercussão no resultado do PPR, voltássemos a nos reunir (Oi e Fenattel) para encontrar alternativas para o eventual problema, possibilitando que o programa possa ser revisto e seja qual for a solução, que os valores a ser pagos o sejam efetivamente como PPR/Placar, e não em forma de abono, o que prejudica a todos em relação ao desconto maior de Imposto de Renda e mais ainda os desligados, que neste ano acabaram não recebendo.

Finalmente, os Sindicatos, para confirmar a disposição da atual diretoria de resgatar os compromissos com todo o corpo de empregados, cobraram o pagamento, a título de adiantamento do Placar 2013, de um salário no próximo mês de setembro.

Entendimento possível

Após um intervalo solicitado pela empresa, voltamos à reunião com uma resposta parcial, já que ocorria naquele momento uma reunião do Conselho de Administração, com a presença do novo Diretor de Gente, Alexandre Sena e seria necessária autorização deles para algumas das mudanças propostas por nós.

Pouco mais de uma hora depois, já ao final da tarde, tornamos a nos reunir e foi possível avançar em algumas de nossas proposições. A empresa recuou em algumas de suas metas e chegamos a um entendimento sobre o Placar 2013 com a inclusão dos itens abaixo:

a) Não existirá mais nenhuma cláusula contendo qualquer tipo de gatilho;

b) A premiação será igual em todas as regionais e também para todos os trabalhadores;

c) Ao Placar estarão atrelados os bônus dos executivos (só haverá premiação para os gestores se também houver para o conjunto dos trabalhadores…), como já aconteceu no ano de 2012;

d) Quem tiver trabalhado na Empresa um mês ou mais, fará jus proporcionalmente ao tempo de serviço (trabalhador com um mês receberá 1/12 do prêmio; com três meses, 3/12; com nove meses, 9/12; etc…);

e) Quem tiver faltado ao trabalho por licença-gestação, licença por acidente de trabalho e licença médica constante no programa de doenças crônicas não sofrerão quaisquer descontos na premiação;

f) Passa a fazer parte do acordo que em caso de qualquer ocorrência econômica grave e não prevista neste acordo que venha a impactar negativamente o resultado do Placar, tornaremos a nos reunir, Oi e Fenattel, para avaliar e buscar conjuntamente uma solução para o problema;

g) Serão cinco os indicadores e cada um deles terá um peso de 20% no valor total do prêmio que poderá chegar a 4 salários caso sejam atingidos em sua plenitude, mas podendo ser, também, alcançados parcialmente e independentes entre si. Os indicadores serão:

1- Receita Líquida de Serviços, 2-Churn, 3-Dívida Bruta, 4-Ebitda e 5-EVA, sendo que foi feita uma alteração significativa nas metas propostas inicialmente.

A comissão está aguardando que a alteração sugerida nos indicadores seja chancelada pela reunião do Conselho de Administração, bem como seja avaliada a solicitação de adiantamento de um salário aos trabalhadores até o final de setembro, para que, tendo a minuta final da proposta realizar as assembleias, que deverão ocorrer até o dia 30/08/2013.

Esta notícia foi importada automaticamente de nosso antigo website. Caso você identifique algum problema com o conteúdo da mesma, use a área de comentários para nos informar e corrigiremos o problema rapidamente.

Convênios para associados: