Home » Publicações » 2013 » TRABALHADOR REPUDIA TRUCULÊNCIA DA GVT!

TRABALHADOR REPUDIA TRUCULÊNCIA DA GVT!

Acordo unilateral não existe!

A direção do Sinttel-SC iniciou as negociações do Acordo Coletivo de Trabalho com os representantes da GVT ainda no mês de junho/2013.

Desde a primeira rodada, o Sindicato deixou claro que o processo, necessariamente, só poderia se concluir com a presença de todos os membros da Comissão Nacional de Negociação da Fenattel, da qual faz parte o Sinttel-SC.

Infelizmente, não foi o que aconteceu. De maneira desrespeitosa – mais uma vez, a Empresa agiu de forma unilateral, sem a presença dos negociadores conforme aponta a Ata.

Por esta razão, o único caminho que restou ao Sinttel-SC foi a consulta aos trabalhadores no dia 15 de outubro para que a própria Categoria deliberasse sobre os encaminhamentos a serem dados.

HISTÓRIA DE TRUCULÊNCIA E DESRESPEITO!

De forma truculenta os gestores da GVT já no dia 14 tentaram dificultar ainda mais a discussão do assunto entre os trabalhadores determinando que os carros ficassem em casa para evitar movimentação na garagem da Empresa, esvaziando, assim, movimentos dos trabalhadores.

Durante este período, os gestores da GVT usaram de todas as formas para impedir uma solução civilizada e consensual da Categoria. Uma estranha gerência de Ética e Relações Laborais da Empresa passou orientações confusas aos trabalhadores, numa tentativa infantil de jogar a Categoria contra o Sindicato. (Veja Nota aos gestores no pé da matéria)

Tentaram tudo, até o absurdo de proibir o direito ir e vir, fora e dentro das dependências da Empresa, inclusive fora do horário de trabalho, como se o trabalhador fosse um marginal baderneiro e sem noção do desrespeito patrocinado pelos representantes da GVT.

As provocações vão desde a contratação de vigilância externa e adicional para impedir que os trabalhadores entrem em seus locais de trabalho; alteração das regras da remuneração; mudança do PIV, entre outras mudanças unilaterais.

Além disso, atua com uma truculência medieval, tentando impedir e esvaziar reuniões de organização sindical do trabalhador telefônico.

TRABALHADOR NÃO ACEITA CONVERSA FIADA!

A GVT precisa entender que a direção do Sinttel-SC e a Categoria vão continuar defendendo seus direitos, assegurando que ninguém mexa unilateralmente na remuneração do trabalhador, como vem fazendo a GVT.

Se os gestores da GVT pensam que vão confundir os trabalhador e plantar falsas informações para denegrir a atividade sindical, estão enganados! Quem retira salário, quem assedia moralmente o empregado é Empresa, e isso não vamos mais permitir!

Se imaginam que vão passar goela abaixo mudanças indecentes, como é o caso do PIV, estão equivocados. Vamos reagir e lutar pelo que é direito!

Ninguém vai mudar a regra com o jogo em andamento. Acordo e regra existem para ser cumpridas!

CATEGORIA UNIDA REPUDIA TRO-LO-LÓ!

O Sinttel-SC alerta todos os trabalhadores que permaneçam unidos em torno do Sindicato e bem informados para combater todo tipo de armadilha, desinformação e tentativa de confundir os assuntos.

Continuaremos informando todos os fatos novos e reuniões que por ventura acontecerem entre os negociadores da GVT e a Comissão da Fenattel, com a participação do Sinttel-SC.

AMEAÇA E ASSSÉDIO TERÃO TRATAMENTO JUDICIAL!

Fique sabendo a Empresa que eventuais ameaças ou assédio de chefias não vão surtir efeito sobre a Categoria. Os trabalhadores já estão orientados a gravar, fotografar e registrar de todas as formas existentes essas práticas ilegais. A resposta a esta crueldade será a via judicial, com a busca de indenizações pelo abuso de poder.

A direção do Sinttel-SC – como sempre – é parceira nesta luta e continuará de olho nestas práticas irregulares da Empresa contra os trabalhadores.

Vamos buscar o cumprimento dos direitos seja onde for preciso. O Sinttel-SC e a Categoria não medirão esforços para defender o bom senso e o que é justo!

CONVERSA MOLE! NÃO ACREDITE!

Trecho da Nota interna da GVT aos gestores:

“Apesar da nossa postura ética, houve e ainda poderá haver manifestações com o intuito de desestabilizar a relação da GVT com seus colaboradores por meio de notícias infundadas. Estaremos atentos e agiremos dentro dos princípios éticos e da legalidade, repudiando toda e qualquer postura inadequada ou que falte com a verdade.”

PARA IMPRIMIR EM PDF

Esta notícia foi importada automaticamente de nosso antigo website. Caso você identifique algum problema com o conteúdo da mesma, use a área de comentários para nos informar e corrigiremos o problema rapidamente.

Convênios para associados: