Home » 2016 » Reunião esclarece porque não chegamos ao PISO
Patrão trabalhador e lucro

Reunião esclarece porque não chegamos ao PISO

Na manha desta quinta-feira (25/02), representantes sindicais se reuniram para debater a negociação do Piso Estadual de Santa Catarina. Na atual situação o salário mínimo é de 11,67%, o INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor – 11,28% e nosso pedido de reajuste de 15%, mas nenhuma resposta sobre o pedido foi articulada, até o momento. Sendo assim, os representantes acreditam que seja preciso pensar numa saída para a contraproposta ao patronal. Para se ter uma ideia no município de Videira, o piso teve um reajuste de 12,41% e em Chapecó, de 15,5%. A Capital e outras cidades não podem aceitar um reajuste abaixo do INPC e parcelado, pois é o que o patronal pretende fazer. Também é preciso lembrar que o piso salarial te um caráter política daquilo que se quer minimamente como retribuição da produção de um trabalhador. Não podemos aceitar baixos salários, baixo reajuste que não condizem com realidade dos trabalhadores em seu dia a dia. Porém, alguns sindicatos estão cedendo às baixas propostas. Continuaremos na luta de uma proposta oficial decente.

Fique atento ao seu Sindicato, juntos somos mais fortes.IMG_3719

Convênios para associados: