Home » 2016 » VIVO: A brincadeira continua
reajuste

VIVO: A brincadeira continua

Em reunião nesta quarta-feira, 24/08, a VIVO apresentou à Fenattel – Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações – e aos Sindicatos uma proposta tão indecente quanto à apresentada anteriormente. Acontece que a empresa já iniciou a conversa se lamentando: salientou um cenário econômico ruim para o biênio 2016/2017.

Sem muita conversa, questionamos sobre a negociação para a renovação do ACT 2016. NENHUMA proposta foi apresentada, pois os representantes da empresa tiveram a audácia de informar que a Vivo tem como premissa a aplicação do reajuste SOMENTE EM 2017. O que é isto, VIVO? A empresa, realmente, acredita que pode passar um ano inteiro sem aplicar reajustes?

Vamos à retrospectiva:

Conforme divulgamos no começo do ano, a Vivo colheu excelentes resultados no ano passado (2015) e, por isso, insistimos na negociação de melhorias no Acordo.

Resultado da insistência do Sinttel-SC:

Anunciamos a conquista de um aditivo: em 31 de agosto os benefícios serão reajustados para contemplar a inflação de 9,88%, para que ninguém fique com valores defasados quando fecharmos o novo Acordo.

Atenção aos valores:

 

  • Auxílio Alimentação Administrativopassará de R$ 868,79 para R$ 954,63.

 

  • Auxílio Alimentação Campo: R$ 571,66

 

  • Auxílio Creche adm. e campo:R$ 511,00

 

  • Cesta Básica
  • Campo, auxiliar LA e instalador LA: R$ 156,40
  • Técnico ADSL: R$ 312,80

 

  • Auxílio Condutor:R$ 245,35

 

  • Aluguel de Veículopequeno: R$ 1.138,04

 

  • Aluguel de Kombi:R$ 1.511,31

 

Lá vem o absurdo da jornada de trabalho:

 

Referente à jornada dos trabalhadores de campo, a empresa informou que também tem como premissa o aumento, da mesma, para 44 horas semanais, com aplicação do ajuste salarial. Informou ainda, que pretende implantar escala de revezamento (jornada espanhola – um sábado trabalho e outro de folga). Lembrando que: o Sinttel-SC não vai abrir mão da conquista das 40 horas semanais, de segunda à sexta-feira. Esta carga horária foi conseguida através de muita luta em mesas de negociações e, por isso, levaremos em frente, mesmo porque, o Sindicato acredita que “o que cresce para baixo é rabo de cavalo”. Nós, como sindicalistas da categoria, fugimos desta teoria.

 

O Sinttel-SC se posicionou contra as premissas da empresa, reiterando na íntegra as reinvindicações já salientadas à empresa. A próxima reunião está prevista para 13/09/2016.

 

Fique atendo ao seu, Sindicato.

Sinttel-SC, juntos somos mais fortes!

Convênios para associados: