Home » 2017 » Manifesto sindical inviabiliza golpe
capa_arte_greve-geral

Manifesto sindical inviabiliza golpe

Nesta segunda-feira, sindicalistas da UGT, e demais centrais, impediram a realização de uma audiência pública na Assembleia Legislativa, convocada  pelo Deputado Celso Maldaner (PMDB/SC). O protesto foi contra ausência de representantes no fórum, por isso a manobra patronal em favor do golpe, contra os direitos trabalhistas, foi inviabilizada. A intenção de Maldaner era debater os direitos trabalhistas, sem a presença da classe mais interessada no assunto: a trabalhadora. Podemos até prever o que teria acontecido, caso a audiência tivesse ocorrido: os patrões decidiriam por seus interesses, sem ponderar os direitos e condições de trabalho da categoria.

IMG_4100

Luta contra a terceirização continua

União Geral dos Trabalhadores e o Sinttel-SC preparam-se para greve geral no dia 28. A mobilização será contra as Reformas da Previdência e Trabalhista e em protesto à terceirização de todas as atividades das empresas, projeto de lei aprovado em 22 de março de 2017, no Plenário da Câmara dos Deputados.

O Sinttel-SC salienta a importância da união de forças neste momento. É preciso que todos estejam unidos contra este Projeto de Lei, chamado de “Manobra Espúria”, que, não só precariza as condições de trabalho, mas, diminui a remuneração dos trabalhadores. Isso porque, trabalhadores terceirizados recebem 25% menos em salários, trabalham 7,5% (3 horas) a mais que outros empregados e possuem alta rotatividade. Este também é um público mais acometido por acidentes e trabalho.

Herança do governo Fernando Henrique Cardoso, o Projeto de Lei (PL) 4.302/1998 foi encaminhado à Câmara ainda em 1998 e aprovado pelo Senado em 2002. Após 15 anos, com aprovação de 231 deputados, o projeto segue para sanção do presidente da República em sua forma original, que prevê a contratação terceirizada sem restrições, inclusive na administração pública.

Vamos fazer um dia de greve nacional!

0001 (66)

Não faltam motivos para o protesto: a reforma da previdência, a terceirização e a reforma trabalhista são ataques duríssimos aos direitos historicamente conquistados pela classe trabalhadora e a resposta precisa estar à altura, com a construção de uma forte greve geral!

Quando: 28 de abril de 2017

Onde: 08:00 na sede do Sinttel-SC

O encontro também acontecerá na Praça da Alfândega – Centro de Florianópolis – e em outros pontos estratégicos.

Demais cidades: os trabalhadores se reunirão na sede das empresas. As orientações serão repassadas pelos diretores de cada região.

Fique atento ao seu Sindicato.

Sinttel-SC, juntos somos mais fortes!

 

Convênios para associados: